Avisos

Non non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on non onono nono nono nonon on.

Atendimento: Segunda à Sexta das 08h00 às 17h00 | (11) 97642-6694

Assim como vários ramos da economia, o setor de administração condominial foi fortemente afetado pela crise provocada pela pandemia do Coronavírus.

Basicamente, o setor teve que se reinventar, já que uma parte das atividades não poderia simplesmente parar.

Foi necessário então avaliar novas formas de trabalho, criar processos e protocolos e, principalmente, investir em uma comunicação cada vez mais assertiva para passar segurança a condôminos e colaboradores.

Os desafios foram imensos! Se por um lado grande parte da população deixou de circular pelos conglomerados comerciais, a gestão de condomínios residenciais foi fortemente afetada pela presença massiva de moradores que antes passavam a maior parte do tempo fora, mas que agora vivem uma nova realidade.

Com a necessidade do isolamento social, muitas pessoas migraram para o formato de trabalho home office e o estudo on-line. E os condomínios precisaram se adaptar a esse novo contingente. Com mais gente em casa, cada um com suas demandas específicas, os conflitos se intensificaram. Não só os internos, entre as famílias, mas também os externos, com os vizinhos.

Com toda a certeza, essa foi a parte mais visível do iceberg. Segundo Marcelo Mahtuk, sócio fundador da Manager Gestão Condominial, houve um incremento de cerca de 50% de casos envolvendo brigas entre moradores durante o período da pandemia. Os motivos são os mais diversos, mas em geral versam sobre barulho, itens deixados no corredor, insistência em usar as áreas de lazer e não utilização de máscaras no espaço público, dentre outros. Muitas vezes essas brigas acabam terminando até mesmo na delegacia.


Adequação às mudanças

A gestão de crises passou a ser então um fator primordial para o bom gerenciamento condominial. É claro que esse item já fazia parte do escopo do trabalho desenvolvido, mas agora passou a ser potencializado. As administradoras também precisaram investir mais em manutenção, limpeza e na desinfecção das áreas comuns, além de orientar sobre o uso de EPIs (equipamentos de proteção individual) de segurança para colaboradores, moradores e visitantes. Foi necessário então treinar as equipes e investir em uma boa comunicação, sempre tendo em vista a segurança e bem-estar dos que moram ou trabalham no local.

Mas não é só isso! Para Marcelo Mahtuk , as empresas passaram a ter necessidade de uma visão mais humanística. Assim surgiu a ideia de criar um novo produto para a Manager: o “olho mágico”. Um canal confiável para denúncias anônimas sobre fatos graves que ocorrem nos condomínios, como agressão à mulher, assédio moral, discriminação de gênero, maus tratos a idosos e animais, racismo e outros. “É necessário cuidar das pessoas”, afirma.

 

Qualificação em Gestão Condominial

Mahtuk diz ainda que “para trabalhar na área é necessário ter o dom da administração e gostar de pessoas”. De fato, as demandas são grandes e as responsabilidades também. Por isso, é cada vez mais importante contar com profissionais qualificados.

Pensando nisso, a FS EDUCA lançará em breve um curso de Gestão Condominial. Serão 10 aulas durante o mês de novembro. Na ementa, Conceitos fundamentais para a gestão, Legislação, Gestão de Recursos Humanos, Gestão Financeira e outros temas contribuem para capacitar os profissionais de forma holística.  

Para Ana Duarte, profissional que atua no ramo imobiliário há mais de 25 anos e é uma das facilitadoras do curso, ter uma qualificação em Gestão Condominial é um diferencial no currículo de qualquer profissional que queira atuar na área. São muitos detalhes a avaliar. É necessário estar atualizado com diversos pontos que mudaram significativamente neste período.